4. Período Eclético no Brasil

Ecletismo = Uso ou mistura de estilos do passado ocorrido na segunda metade do século XIX, é a linguagem eufórica da liberdade calcada na nova tecnologia. A nosso ver, hoje, devemos entender Ecletismo como sendo toda a somatória de produções arquitetônicas aparecidas a partir do final do primeiro quartel do século passado. Além do uso e mistura de estilos estéticos históricos, a arquitetura eclética de maneira geral se caracterizou pela simetria, busca de grandiosidade, rigorosa hierarquização dos espaços internos e riqueza decorativa

A arquitetura eclética tem para a história grande valor porque relata momentos de profundos paradoxos na vida do homem moderno.

A casa urbana brasileira passa a ter uma tipologia de construção nova para a época. Acontecia um crescimento rápido de muitas cidades brasileiras, de maneira que no início do séc. XX, a casa passa a ter sua fachada principal alinhada à testada do lote, ganha um acesso e varanda laterais e comumente é geminada com sua vizinha. Os portões e gradis são de ferro e essa casa pode receber ainda uma profusão de influências de períodos distintos do passado.

Casa no estilo eclético em Curitiba Fonte: http://bit.ly/cmVyLG

A presença do porão é comum na época. Balaustrada na platibanda e cornija logo abaixo, clássicas. Padieira em forma de cornija acima das janelas também é clássica, mas o elemento ornamental rebuscado quebra a formalidade comum ao clássico. Os caixilhos das janelas e a cor da casa denotam a presença do art décor. Esse ecletismo, mesmo que discreto, acompanha a arquitetura brasileira até a década de trinta do séc. XX.
O uso de cores fortes é uma influência da proposta contemporânea do art décor, que por usa vez ganhava inspiração no uso de cores mais agressivas do movimento fovista da pintura moderna. Os gradis de ferro são presença quase obrigatória nos prédios da época.

Edificação com uso de platibandas trabalhadas em Curitiba. Fonte: http://bit.ly/cmVyLG

A platibanda escalonada (tipo escada) e simétrica, coroando a fachada é um traço típico do art deco. Mas há a presença de guarda-corpo com balaústres clássicos, colunas coríntias e do arco romano. A riqueza de misturas e efeitos que se pode conseguir com associações desse tipo só o ecletismo consegue explicar. Há quem diga que existe um certo rendilhado gótico e um ar oriental na volumetria desse prédio, sede de um clube em Curitiba, mas a unanimidade é que o aspecto final resulta fantástico.

Edificações importantes do período:

Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Fonte: http://bit.ly/99CP1m

Teatro Municipal de São Paulo. Fonte: http://bit.ly/9APYIB

Edifício Ely em Porto Alegre. Fonte: http://bit.ly/dagzcd

Referências :

http://www.casaecia.arq.br/ecletico.htm

Int. – Ecletismo e seus contemporâneos na arquitetura no Rio de
Janeiro (p. 05 – 25)
Gustavo R. Peixoto In: Czajkowski
Ecletismo em São Paulo (p. 70 – 103)
Carlos Lemos

3 Respostas para “4. Período Eclético no Brasil

  1. Adelina Guimaraes

    Informaçes sucintas e importantes para o que queo saber sobre estilos de casas urbanas. As fotos complementam a teoria com muita propriedade.

    Obrigada

  2. Lucas Amorim

    Foi muito util pra me ajudar em um trabalho escolar.
    Muito obrigado.

  3. Gabriel

    Muito bom, vou copiar algumas idéias pra Histórioa V.

    Obrigado. Gabriel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s