6. Art Deco – A Simplificação Rumo à Modernidade

1 - Chrysler Building

Um ícone desta arquitetura é o Edifício Chrysler, em Nova Iorque, nos EUA, cujo coroamento, com altura equivalente a 7 andares, parece uma agulha a perfurar o céu, construído em 1930. Fonte: http://bit.ly/cNfWZa

Originado em Paris, com a “Exposition internationale des arts décoratifs et industriels modernes”, em 1925, o Art Deco foi um movimento artístico e cultural que ocorreu na Europa e nas Américas no período de 1915 até aproximadamente 1945, sendo então concomitante ao Modernismo. Tal movimento exerceu grande influência em vários campos artísticos da década de 1920: desde o vestuário até a construção civil. Suas formas eram geometrizadas, baseadas nas obras da América Pré-Colombiana, do Egito e Mesopotâmia e no Brasil, nas cerâmicas marajoaras. Na construção civil, há bastante uso do vidro e do ferro, materiais de última tecnologia na época.

Relógio no canteiro cental da Avenida Goiás, em Goiânia-GO. Foto: Ana Paim

No Brasil, o movimento Art Deco acontece quase que ao mesmo tempo em que na Europa, aparecendo como uma alternativa “mais simples” ao Art Noveau e ao Ecletismo – é importante frisar que tais movimentos ocorrem de maneira concomitante, sendo que muitos autores classificam tanto o Art Deco quanto o Art Noveau como variações do Ecletismo. O Art Deco ainda pode ser considerado a simplificação arquitetônica que levou ao Modernismo, já que trabalha com formas mais simples e racionais.

Conjunto de edificações no centro antigo de Goiânia, onde podem ser observadas as características do movimento Art Deco, como a marcação das esquinas e as linhas retas e horizontais. Foto: Ana Paim

É caracterizado, principalmente, pelo rigor geométrico e pelo ritmo nas fachadas, pelo uso de materiais considerados menos nobres como o concreto e metais como cobre e latão, mais rústicos, em contraponto com materiais leves e nobres como bronze, mármore e prata. Diferencia-se do Art Noveau principalmente quanto as formas, uma vez que este faz uso de geometrias e racionalizações, enquanto aquele utiliza-se de formas orgânicas e sinuosas.

Teatro Municipal em Goiânia - GO, onde é possível observar elementos característicos do estilo Art Deco. Foto: Ana Paim

Um bom exemplo de arquitetura Art Deco brasileira é a cidade de Goiânia, tombada como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 2008, onde os elementos característicos do estilo podem ser vistos em várias edificações e em elementos da paisagem, como os relógios – reflexo da sociedade do começo do século XX.

Referências Textuais:
TIETZ, J. História da Arquitetura do século XX. Colonia : Konnnemann, 1998. REIS FILHO, Nestor Goulart. Quadro da Arquitetura no Brasil. São Paulo: Perspectiva, 1987. 211p. SEGAWA, Hugo. Arquiteturas no Brasil (1900-1990). São Paulo: EDUSP, 1997. 224p.
Anúncios

Uma resposta para “6. Art Deco – A Simplificação Rumo à Modernidade

  1. Diego

    Parabéns pelo trabalho.

    Deixo a vocês um link ( http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=526628 ) onde poderá ser encontradas mais fotos, inclusive a da antiga Estação Ferroviária situada na Praça do Trabalhador.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s